Comportamento

Semanalmente, um psicólogo associado da Ser-PSI escreve abordando um tema relevante. A Ser-PSI, é uma associação formada por profissionais e estudantes de psicologia, das cidades de Carlos Barbosa e Garibaldi. Fundada em 2008, o grupo atua na integração dos profissionais, promovendo estudo e pesquisa, além de voltar-se à integração com estudantes e a comunidade.

Competências Emocionais: Um diferencial na carreira profissional

18/04/2018 - Fonte: Portal Adesso

Compartilhe:

     Desde sempre, a convivência humana é difícil e desafiante. Todas as pessoas desenvolvem, ao longo da vida, diferentes tipos de relacionamento com outras pessoas. Iniciamos com o relacionamento materno, depois com o paterno, demais familiares e posteriormente pessoas que passam a fazer parte do nosso mundo social (escola, amigos, namorado, mundo do trabalho - chefes, subordinados, colegas de trabalho, clientes, fornecedores, etc.). Independentemente do tipo de trabalho que uma pessoa execute, ela certamente terá necessidade de se relacionar com outras pessoas, seja para receber instruções, seja para coletar dados ou para encaminhar os resultados do seu trabalho.

     Em situações de trabalho compartilhadas por duas ou mais pessoas, há atividade predeterminadas a serem executadas, bem como interações e sentimentos recomendados, tais como: comunicação, cooperação, respeito e amizade. À medida que as atividades e interações prosseguem, os sentimentos influenciarão as interações e as próprias atividades. Do mesmo modo, sentimentos positivos de simpatia e atração provocarão aumento de interação e cooperação, repercutindo favoravelmente nas atividades e ensejando maior produtividade. Por outro lado, sentimentos negativos de antipatia e rejeição tenderão à diminuição das interações, ao afastamento, à menor comunicação, repercutindo.

     Talvez a tarefa mais complexa para os profissionais na atualidade está em se relacionar bem com as lideranças, colegas de trabalho, amigos e familiares. Pense quantas horas do seu dia são utilizadas para deslocamento e para as atividades de trabalho...? Como de costume, se gasta muito mais horas no trabalho do que permanecendo com a família, no lazer o com aprimoramento acadêmico. Então, estar bem com quem se convive muito mais tempo é fundamental para se ter motivação no ambiente de trabalho.

     Em cada profissão, na verdade, existem dois tipos de competência que são necessárias: a competência a emocional e interpessoal. A competência interpessoal é a habilidade de lidar eficazmente com relações interpessoais, de lidar com outras pessoas de forma adequada às necessidades de cada uma e à exigência da situação. Já a competência emocional é a capacidade de identificar os nossos próprios sentimentos e os dos outros, de nos motivarmos e de gerir bem as emoções dentro de nós e nos nossos relacionamentos

     Nesse sentido, você reconhece as competências humanas, comportamentais requeridas para exercício da sua profissão? Cada tipo ou dimensão de competência é interdependente de outra. Assim, a maneira pela qual um gerente, advogado, médico faz as perguntas (tendo ou não estabelecido um ‘clima’ psicológico favorável e uma relação de confiança) pode influenciar as informações que recebe. Neste exemplo, a competência interpessoal (processo) é tão importante quanto à competência técnica de formular as perguntas adequadamente (conteúdo das perguntas). Se a competência técnica pode ser adquirida através de cursos, seminários, leituras e experiência ou prática, a competência interpessoal e emocional necessita treinamento especial realizado por um psicólogo, além disso, a prática de psicoterapia favorece o autoconhecimento, melhora as relações interpessoais, possibilita o desenvolvimento do bem-estar e sentimentos de felicidade e qualidade de vida.

     Portanto, as emoções exercem influência direta em nossa saúde, não apenas em decorrência da psico-neuro-fisiologia, mas também através de suas propriedades motivacionais, através de condutas saudáveis, tais como os exercícios físicos, a dieta equilibrada e prática de psicoterapia. Portanto, procure um psicólogo para falar sobre seus sentimentos e emoções quando surgem conflitos no seu ambiente de trabalho. O cuidado com a saúde mental desenvolve suas competências emocionais; permitindo que você consiga lidar com os conflitos de forma assertiva, sendo capaz de adaptar-se às exigências do mercado de trabalho com saúde e maturidade psicológica.

 

 

Compartilhe:

deixe seu comentário

Publicidade: