Geral

“Foi um ato covarde”, afirma amigo de ciclista atacado em Carlos Barbosa

12/02/2018 - Fonte: Portal Adesso - Foto: Arquivo Pessoal

Compartilhe:

     O ciclista Neri Pasini, de 59 anos foi vítima de dois assaltantes enquanto treinava na manhã de sábado (10). Ele foi atacado enquanto pedalava no bairro triângulo. Ele segue internado na UTI de um hospital de Caxias do Sul.

     O mecânico e ciclista Neri Pasini, 59, foi vítima de uma tentativa de assalto na manhã do sábado (10), no bairro Triângulo, em Carlos Barbosa. Pasini, estava retornando de Garibaldi, onde realizou um treino com a Associação Garibaldense de Ciclismo – AGACI, quando o fato ocorreu.

     Conforme informações policiais, quando o ciclista chegou em Carlos Barbosa, pelo bairro Triângulo, um automóvel Audi parou ao seu lado e dois homens desceram, pedindo seu celular.

     Como Pasini estava sem o aparelho e também não portava dinheiro consigo, os assaltantes desferiram uma facada em suas costas e fugiram. Populares avistaram a vítima caída na via e acionaram os Bombeiros Voluntários.

     Neri foi encaminhado para o Hospital São Roque, mas devido à gravidade dos ferimentos foi encaminhado em emergência para o Hospital da Unimed em Caxias do Sul. O ferimento com arma branca perfurou um dos pulmões e atingiu uma artéria.

     Após cirurgia, familiares disseram que o ciclista está reagindo e está consciente. Amigos e companheiros de equipe deixaram mensagens de apoio a Pasini nas redes sociais.

     A redação do PORTAL ADESSO, conversou com o presidente da AGACI – Associação Garibaldense de Ciclismo, Gabriel Giordani. Ele informou que o quadro de Pasini segue estável. Além disso, a associação repudia o ato, que segundo Gabriel, foi covarde.

     “Isso foi realmente um ato de covardia, pois queriam apenas roubar o celular, mas como ele anda sempre sem até ofereceu a bike no lugar, e mesmo assim deram uma facada nas costas dele”, afirmou. 

 

 

Compartilhe:

deixe seu comentário

Publicidade: