Polícia

Laudo alternativo aponta mudança no caso Guilherme Corrêa

12/04/2018 - Fonte: Portal Adesso

Compartilhe:

     De acordo com investigações, jovem teria falecido decorrente de ferimentos causados por agressões. Defesa da vítima irá solicitar o desarquivamento do caso.

     Segundo laudo alternativo, divulgado nesta quinta-feira (12), pela Sewell Investigações e Perícias, o falecimento do jovem Guilherme de Quadros Corrêa, foi decorrente de agressões, sofridas antes do acidente de trânsito.

     A defesa da vítima contratou os serviços da empresa paulista, em dezembro do ano passado, após a divulgação do laudo da Polícia Civil de Carlos Barbosa, apontar o acidente de trânsito, como a causa do falecimento de Guilherme.

     Com as novas informações recebidas, a advogada Dinamara Lusa Tessaro, contratada pela família de Guilherme, irá solicitar o desarquivamento e novas diligência do fato.

     Conforme o relatório, a morte do jovem seria resultado de homicídio. As provas e análises, apontam que Guilherme sofreu ferimentos antes de entrar em seu Fusca e colidir duas vezes, em ruas da cidade. Além disso, as investigações mostram que o suposto agressor, tenha fugido da rua Coberta.

     O Delegado Leônidas Augusto Costa Reis, foi procurado para comentar o caso. Até o fechamento desta matéria, não foi possível contato com o mesmo.

 

Relembre o caso

     No dia 19 de março de 2017, Guilherme se envolveu em uma briga na rua Coberta, em Carlos Barbosa, sendo atingido por uma garrafada. Em seguida, o jovem teria entrado em seu carro, um fusca e saído do local.

     No trajeto, colidiu contra um parquímetro na rua Rio Branco e, contra uma Saveiro, na rua José Raimundo Carlotto, onde acabou perdendo o controle do veículo. Após o carro teria se chocado contra a grade de ferro de uma residência.

     A vítima foi socorrida pelos bombeiros, porém não resistiu aos ferimentos e faleceu a caminho do Hospital São Roque.

Compartilhe:

deixe seu comentário

Publicidade: