Colunistas


Consumo de espumantes aumenta na geração Y (os millennials).

05/07/2019

Não é novidade que o vinho e o espumante são apreciados por diversas pessoas ao redor do mundo - não importando o sexo e nem a idade e muito menos a situação de consumo (seja na alimentação, para a saúde, para dar uma pausa no seu dia ou para compartilhar com amigos). Mas, estudos realizados junto a Cooperativa Vinícola Garibaldi, onde atuo como gerente de mkt, mostram que o consumo da bebida no Brasil aumentou entre jovens de 18 a 35 anos nos últimos anos (os millennials), e em especial o público feminino.

O estudo mostrou que atualmente as mulheres são as que mais consomem as bebidas borbulhantes, representando cerca de 60% do mercado. No entanto, a escolha de tipos diferentes de espumantes muda entre as consumidoras femininas, o moscatel não é o único "queridinho" delas.

Outro dado interessante é que estes jovens consomem bebidas de marcas que inovam na forma de se relacionar e comunicar, mostrando-se mais inclinados as marcas que estão trabalhando com uma comunicação transversal e que não só se comunicam com o estereótipos clássicos do mundo do vinho.

Entrei no mundo do vinho imaginando que um dia o Robert Parker (um dos maiores críticos do mundo do vinho) fosse pontuar um espumante Garibaldi com 95 pontos e isso se torna-se uma "ferramenta" de vendas - que ingenuidade em?

instagram - @maiquelvignatti

MAIS DO COLUNISTA