Economia


Indústria moveleira já percebe sinais de recuperação

Retorno das atividades fez com que setor tivesse reação de aumento na produção
06/08/2020 Portal Adesso -Foto: divulgação

     As indústrias do setor moveleiro de Bento Gonçalves começam a se recuperar dos estragos causados pela pandemia de coronavírus. O setor indicou uma recuperação nos postos de trabalho e também registrou aumento na produção, se comparado aos meses anteriores.

     De acordo com o Ministério da Economia, o polo moveleiro registrou um saldo positivo de 52 novas vagas de emprego em junho deste ano no município. O número ocorre após queda de 291 postos em abril e 117 em maio. No acumulado de janeiro a junho, o saldo ainda é negativo em 147 vagas quando comparado ao mesmo período do ano passado.

     O setor ainda sente o forte impacto causado pela pandemia de coronavírus. As informações de faturamento no mês de maio mostram uma leve diminuição nas perdas para o setor. No acumulado de janeiro a maio, entretanto, a queda ainda é bastante considerável. O faturamento do polo nos cinco primeiros meses de 2020 foi de R$ 656,9 milhões, queda de 7,9% em relação ao mesmo período do ano passado.

     O desempenho de 2020 vinha sendo positivo quando avaliados apenas os meses de janeiro e fevereiro e, antes da crise, a projeção era de crescimento nesse ano. Considera-se que março e abril tenham sido os piores meses da história para a indústria moveleira.

     Com o retorno gradual das atividades, após um período de quarentena com indústrias fechadas e equipes reduzidas, o setor começa a mostrar reação. A produção de móveis no Rio Grande do Sul foi de 3,8 milhões de peças em maio, o que representou um aumento de 42,1% em relação ao mês anterior. No acumulado do ano, comparado com o mesmo período do ano anterior, a produção de móveis no Estado teve queda de 29,1%.

MAIS NOTÍCIAS