Geral


Condutor sem habilitação atropela e mata diretor da Bortolini Móveis em Garibaldi

15/05/2014 Rádio Garibaldi AM / Foto: Altamir Oliveira Rádio Estação FM
Anterior Próximo

 

     O empresário Antônio Bortolini, 59 anos, morreu após ser atropelado na Rua Buarque de Macedo, bairro Alfândega, em Garibaldi, na quarta-feira (14). 

De acordo com informações preliminares, o Vectra seguia pelo sentido bairro-centro, enquanto Bortolini caminhava pelo mesmo lado da rua, porém fazia o sentido contrário. Nas proximidades da igreja do bairro, Antônio passou a caminhar em parte do trecho próximo ao acostamento para desviar de uma árvore que existia na calçada, quando foi atropelado. Os Bombeiros Voluntários de Garibaldi foram acionados e socorreram o empresário, porém ele morreu pouco depois de dar entrada no hospital.

Antônio Bortolini, 59 anos, era sócio-proprietário da empresa Bortolini Móveis

A Brigada Militar foi acionada e passou a fazer buscas ao motorista do Vectra. Ele e o veículo foram localizados na rua Manoel Peterlongo Filho, nas proximidades do cruzamento com a rua Jacob Ely, no Centro. O condutor foi identificado como André Fachinelli, de 18 anos, morador de Marcorama. Ele foi submetido ao teste do bafômetro, que deu negativo. O jovem, porém, não tinha carteira de habilitação.

Em depoimento na Delegacia de Polícia, ele alegou ter se distraído ao atender o telefone celular. Após prestar depoimento, ele foi conduzido ao Presídio Estadual de Bento Gonçalves.

O corpo foi encaminhado ao Departamento Médico Legal de Bento Gonçalves para necropsia, de onde deverá ser liberado por volta das 8h30min. Antônio Bortolini será velado na Igreja Nossa Senhora do Carmo, do bairro Alfândega. A expectativa é que o velório inicie por volta das 11h desta quinta-feira, 15/05. O horário de enterro está confirmado para ás 17h desta quinta-feira, com missa de corpo presente, seguindo sepultamento no cemitério do mesmo bairro.

Antônio Bortolini, diretor industrial da Bortolini Móveis, era um empresário envolvido com a comunidade garibaldense. Entre as atividades, atuava na Associação dos Veteranos de Garibaldi. Era também diretor da indústria da CIC Garibaldi. Foi Antônio quem liderou o processo de construção da nova planta industrial da Bortolini, a qual tornou-se referência nacional em sustentabilidade e arquitetura. Ele deixa a esposa Sônia e três filhos: Márcio, Lucas e Fernando.

 

MAIS NOTÍCIAS