Trânsito


Fiscalização reforçada nas estradas e alguns pedágios mais caros para o Feriadão de Finados

30/10/2015 Fonte Pioneiro Foto :PRF Divulgação

     Com o fim de semana prolongado, a orientação das polícias rodoviárias é que se tenha mais cuidado nas estradas. Rodovias federais terão fiscalização reforçada na 50ª edição da Operação Viagem Segura que começou nessa sexta-feira. Nos últimos oito anos, a média de mortes nas estradas no feriado de Finados foi de 6,8 por dia, maior que a média dos feriados (6,6). Contabilizando o acompanhamento das vítimas até 30 dias após o acidente, os acidentes do feriadão no ano passado deixaram 24 mortos nos três dias. Sendo que 64% dos acidentes ocorreram em rodovias. Como háprevisão de chuva, os motoristas devem ter ainda mais atenção ao pegar a estrada.

     Um dos destinos mais procurados em feriadões está o litoral, por isso a freeway deve ser a rodovia com maior movimento. A estimativa é de que 90 mil veículos trafeguem pela rodovia, número três vezes maior que em um fim de semana comum. As estradas estaduais que levam às praias gaúchas também devem reunir um fluxo maior, principalmente a ERS-030, ERS- 040, Estrada do Mar e Rota do Sol.

     Além do litoral , muitos motoristas vão para o interior do estado. Depois da freeway, a BR 386 deve ser a mais movimentada , com movimento estimado de 60 mil veículos, seguida pela BR 116, com 50 mil e BR 290, 45 mil.

Pedágio está mais caro
Os motoristas que trafegarem pela freeway ou pela BR-290 vão pagar tarifas mais caras nos pedágios da Concepa. Desde a última segunda-feira, o valor para carros passou de R$ 5,10 para R$ 6,30 na praça de Gravataí. Nos pedágios de Eldorado do Sul e Santo Antônio da Patrulha, ao invés de R$ 10,30 os motoristas agora pagam R$ 12,60.

ERS-115 está liberada na Serra
Principal ligação entre a Região Metropolitana e a Serra, a ERS-115, entre Gramado e Três Coroas, foi liberada na manhã desta sexta-feira — no entanto, apenas veículos leves, como carros e motos, podem passar. A via estava totalmente bloqueada há cerca de 20 dias devido à chuva.

 

MAIS NOTÍCIAS