Economia


Gás de cozinha deve aumentar 10% a partir desta quarta-feira

30/08/2016 Portal Adesso

     De acordo com a associação, o reajuste se refere a ajustes de custos operacionais bem como aos dissídios coletivos que ocorrem regularmente no mês de setembro.

     Revendedores de Gás Liquefeito de Petróleo (GLP) já foram comunicados sobre o aumento no preço do botijão a partir de setembro. De acordo com a Associação Brasileira dos Revendedores de GLP (Asmirg), a majoração prevista para todo o país está na média de 10% e antecipa o reajuste de acordos coletivos de trabalho que anualmente ocorrem nesse mês, além de ajustes nos custos operacionais.

     A entidade deixa o alerta para a elevação dos custos de operação das revendas, que além de adquirir o insumo mais caro terão, também, que reajustar salários dos funcionários.

     No Rio Grande do Sul, o botijão de 13 quilos custa, em média, R$ 54. Com o aumento, subirá para R$ 59,40.

     Em Garibaldi, conforme o distribuidor Aliatti Gás, o valor mais barato encontrado é de R$ 58,00, com o aumento ficará em R$ 64,00.

 

MAIS NOTÍCIAS