Economia


Economista fala sobre a maior crise que afeta a região e o país

22/09/2017 Portal Adesso - Foto: Divulgação

     Segundo Presidente Temer, atividade econômica está dando sinais de recuperação

     Em discurso realizado na Organização das Nações Unidas (ONU), o presidente Michel Temer (PMDB), afirmou que o Brasil está superando uma crise econômica sem precedentes. Após o discurso, houve um misto de aprovação e desaprovação por parte da população sobre as afirmações do presidente.

     O Portal Adesso entrevistou a economista e pesquisadora da Fundação de Economia e Estatísticas do Rio Grande do Sul, Vanessa Sulzbach, com objetivo de investigar a veracidade da afirmativa. Segundo ela, o Brasil enfrenta uma das maiores crises econômicas, porém, o governo está ciente de que precisa realizar mudanças estruturais para o país voltar a crescer. “As medidas estruturais são muito importantes e vêm aumentando a confiança dos agentes econômicos, entendendo que a situação atual pode retomar seu crescimento”, afirma Vanessa.

     No entanto, para Vanessa, é necessário um pouco de cautela visto que as medidas devem demorar um tempo para apresentar os resultados desejados, uma vez que o Poder Público, há anos, gasta mais do que arrecada e as contas do Brasil e Rio Grande do Sul estão no vermelho. “Apesar da importância, precisamos entender que as reformas, se aprovadas no Congresso Nacional, deverão resultar em efeitos tardios, mas é importante que sejam tomadas as medidas para frear o aumento da dívida pública” salienta a economista.

     Para a pesquisadora, é necessário que exista, além das mudanças que tramitam no legislativo, uma quebra de paradigma dos governantes, em todas as esferas governamentais. “Deve-se entender que para manter a sustentabilidade das contas públicas, o mais importante é gastar menos do que se arrecada”, conclui Vanessa.

 

 

MAIS NOTÍCIAS