Geral


Frio histórico já dura mais de 60 horas na região serrana

24/07/2013 Portal Adesso
Anterior Próximo

     Conforme observador meteorológico Léo Gusso, seqüencia de frio é a maior dos últimos 30 anos em Garibaldi.

     A semana que iniciou gelada no Rio Grande do Sul é uma das mais intensas ondas de frio registrada. Com temperaturas extremamente baixas, geando ou nevando em algumas regiões. De acordo com o observador meteorológico Léo Gusso, que possui estação meteorológica particular localizada no bairro ferroviário em Garibaldi, esta massa de ar concentrada na região estava prevista: "A frente estacionária estava na Patagônia no início do mês, se dirigindo para cá". Gusso comenta ainda que em julho de 2011 foi registrado na cidade a seqüencia de 46 horas de frio entre a temperatura mínima negativa e uma máxima de 10º C. "Nos últimos dias as máximas mal chegaram a alcançar 8 C",destacou.

     Porém, Léo diz que a tendência é de que a partir do fim desta semana o frio diminui e o clima ameniza com temperaturas chegando na casa dos 13º C, pois o ar frio deve começar a perder intensidade e se desloca em direção ao oceano. Já a sensação térmica vai depender de vários fatores, como vento e umidade.

 

 

MAIS NOTÍCIAS