Geral


Clóvis Tramontina critica a demora na recuperação da ERS 122

“Em qualquer lugar do mundo já estaria resolvido”, disse o empresário sobre a rodovia que está bloqueada a mais de um mês
10/12/2019 Portal Adesso - Foto: Arquivo/Portal Adesso

     O presidente do Conselho de Administração do Grupo Tramontina, Clóvis Tramontina, falou nesta segunda-feira (09), sobre a situação de uma das principais rodovias para o escoamento da produção da serra, a ERS 122, que após um deslizamento de parte da encosta, está bloqueada desde o dia 04 de novembro. 

     A entrevista foi concedida para a Rádio Spaço FM de Farroupilha, e Tramontina ressaltou a ineficiência do setor público, e afirmou que é necessário enxugar a máquina pública, reduzindo o tamanho do Estado. 

     Ele afirmou que se os empresários da Serra se mobilizassem, em dois dias a rodovia estaria liberada, mas como quem está trabalhando é o setor público, as coisas não andam. “Em qualquer lugar do mundo isso já estaria resolvido. Vamos pegar meia dúzia de homens com umas boas pás da Tramontina, bons equipamentos. Pega a Concresul lá de Bento Gonçalves e o Renato Guerra, de Carlos Barbosa, que têm máquinas para abrir estradas, e resolve em dois dias”, disse. 

     Clóvis também comentou sobre a situação atual do país e se disse otimista quando ao próximo ano. “Estive em São Paulo e voltei otimista com o que vi e ouvi lá. Estou apostando no ano de 2020, ele deverá ser maravilhoso”, concluiu. 

DAER diz que rodovia pode ser liberada parcialmente nesta semana

     O diretor do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), afirmou que os trabalhos de remoção de rochas no km 43 da RS-122, em Farroupilha, deve ser intensificado para agilizar a liberação parcial da rodovia. A previsão de liberação dada pelo Secretário de Estado dos Transportes, Juvir Costella (MDB) era para esta terça-feira (10), porém, ela não deve se confirmar. 


MAIS NOTÍCIAS