Economia


Após protestos, portas fechadas

Comerciantes e lojistas de Garibaldi, vão ter que novamente se reinventar, para encarar um período com poucas vendas e dificuldades
18/06/2020 Portal Adesso - Foto: Portal Adesso

     A reportagem do PORTAL ADESSO circulou por algumas ruas do centro de Garibaldi, na manhã desta quinta-feira (18), para analisar a situação do comércio e a movimentação pelas ruas do município. O que se viu, foram lojas com portas fechadas e quase ninguém pelas calçacadas. Mesmo com os protestos, realizados na tarde desta quarta-feira (17), em frente à prefeitura de Garibaldi,  a situação deve persistir por pelo menos mais alguns dias. 

     Com isso, os comerciantes e lojistas do município, terão que, novamente, se reinventar, para encarar um período com poucas vendas e dificuldades para manter o quadro de funcionários. Este foi um dos principais argumentos apontados pelos manifestantes na tarde de ontem. Alguns comerciantes que estiveram na manifestação afirmaram para nossa reportagem que talvez tenham que encerrar suas atividades. Essa situação, por que passam lojistas e prestadores de serviços, causou a revolta, motivando o protesto, em frente a prefeitura.

     Os manifestantes foram recebidos por representantes do executivo, que prometeram atuar para trazer a cidade novamente à bandeira amarela, possibilitando assim a reabertura de suas lojas.


MAIS NOTÍCIAS