Geral


Abastecimento de água ainda com problemas em Garibaldi

Corsan afirma que problemas estão totalmente resolvidos, mas moradores de alguns pontos ainda estão sem água
10/08/2020 Portal Adesso

     Após 6 dias de falta de água na cidade e muitas reclamações por parte da população, a Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan), informou que o problema está solucionado. Porém, até as 14 horas desta segunda-feira (10), internautas do PORTAL ADESSO ainda nos enviaram mensagens informando a falta de abastecimento em diversos pontos.

     Conforme Alessandro Tavares, gestor da estatal que é responsável pelo abastecimento de água local, o problema está totalmente resolvido e, de momento, a Corsan está resolvendo casos pontuais que notam problemas no abastecimento. “Já está resolvido (falta da água), agora estamos tratando de problemas pontuais de reclamações no abastecimento. Mas a água já voltou”, afirmou.

     Alessandro comentou ainda que esta situação dificilmente deverá ocorrer novamente. “Não deve ocorrer de novo, é um fato difícil de acontecer”.

     O retorno do abastecimento normal é um alento para a população, que já enfrentava diversos problemas pela falta da água, como o não uso de máquinas de lavar, chuveiros e torneiras. A expectativa é que este problema realmente não aconteça novamente, e se acontecer, a Corsan consiga solucioná-lo o mais rapidamente possível.

     Prefeitura emite nota sobre a falta de água em Garibaldi. Abaixo, leia a nota na íntegra:


     Nota de esclarecimento - Abastecimento de água CORSAN

Em relação aos problemas de abastecimento de água ocorridos nos últimos dias, o Município informa que está tomando todas as providências para que a CORSAN cumpra o disposto no Contrato de Programa para Prestação de Serviços de Abastecimento de Água e Esgotamento Sanitário.

     No caso específico, o Município vem insistindo com a CORSAN para que quando da necessidade de manutenções na rede local, os serviços sejam previamente comunicados aos usuários, bem como realizados de forma a não prejudicar o abastecimento mínimo de água. Por fim, ressaltamos que o Município não compactua com a forma com que vem sendo realizadas as obras de conservação pela Cia, sendo que as mesmas devem ser planejadas, e, inclusive, disponibilizados caminhões pipas para o abastecimento de modo a não prejudicar a população.

Micael Carissimi

Secretário da Administração



     

MAIS NOTÍCIAS