Polícia

Exclusivo: Passageiro do ônibus de Garibaldi conta como foi a tentativa de assalto em SC

12/07/2017 - Fonte: Portal Adesso - Foto: Daniel Carniel

Compartilhe:

     Motorista do coletivo levou tiro de raspão na cabeça e sobreviveu por um milagre. Ônibus ficou desgovernado por alguns momentos e quase capotou.

     Por volta do meio dia desta quarta-feira (12), chegou em Garibaldi um dos passageiros do ônibus da empresa de turismo Guibor, vítima da tentativa de assalto na BR 101, no trecho da cidade de Barra Velha em Santa Catarina. Assustado, ele decidiu não seguir viagem com o grupo e retornar a Garibaldi. Com exclusividade, o passageiro, morador do Centro de Garibaldi, contou detalhes do fato. Ele prefere não ser identificado.

      “Os portões abertos da empresa nos salvaram”

 

PORTAL ADESSO: Para onde o grupo estava indo?

Passageiro: Saímos de Garibaldi por volta das 9 horas da manhã e nos dirigíamos para São Paulo, em uma viagem de compras. Os passageiros na maioria eram de Caxias do Sul e Farroupilha e estávamos em cinco de Garibaldi. Por volta das 19 horas, chegando em Barra Velha, fomos atacados. A partir de Joinville os ônibus andam escoltados, faltava cerca de 20 quilômetros para encontrarmos a escolta.

PORTAL ADESSO: Como foi a ação?

Passageiro: Como recém havia anoitecido, todos conversavam e de repente ouvimos um barulho estranho. Ninguém sabia o que estava acontecendo e o ônibus começou ir para um lado, para outro, e quase capotou. A partir daí percebemos que se tratava de um assalto. Alguns dentro do ônibus se atiraram no chão, começaram a gritar.

PORTAL ADESSO: E o motorista não parou?

Passageiro: Nem deu tempo do motorista parar. Eles chegaram em um carro branco vindo de trás do ônibus, quando estavam ultrapassando já começaram a atirar e foram vários tiros. Nós contamos 15 furos na lataria do ônibus, foram que também atiravam contra os vidros e para o alto com o objetivo de assustar os passageiros. Foi muito tiro e o motorista nem teve tempo de qualquer reação.

PORTAL ADESSO: Ele foi atingido na cabeça?

Passageiro: Sim, por um milagre o motorista está vivo. Ele levou um tiro de raspão na cabeça e começou a sangrar muito, nesta hora perdeu um pouco os sentidos e o ônibus ficou desgovernado. Nossa sorte foi que ele conseguiu perceber uma empresa na beira da rodovia que estava com os portões abertos invadiu o pátio com o ônibus. A empresa tem segurança armada e os bandidos quando viram que o motorista foi em direção da empresa fugiram. A empresa aberta foi o que nos salvou. Eles iriam matar o motorista.

PORTAL ADESSO: Você não quis seguir viagem?

Passageiro: Esta era a primeira vez que viajava para São Paulo de ônibus. Depois deste acontecimento a empresa disponibilizou outro ônibus e seguiram viagem. Eu fiquei muito assustado, lembrei dos meus filhos pequenos em casa e resolvi voltar. Fui até Joinville peguei um ônibus de linha até Porto Alegre e depois em Porto Alegre peguei outro até Garibaldi. Para São Paulo de ônibus, nunca mais!.

 

 

 

 

Compartilhe:

deixe seu comentário

Publicidade: