Política


Prefeitos de Bento, Farroupilha e Caxias não participam da viagem da Amesne

09/11/2015 Portal Adesso

     Em tempos de crise, associação de prefeitos gasta cerca de R$ 150 mil em “missão” para Israel. Maioria dos prefeitos participantes são de pequenos municípios.

     Intitulada como “missão técnica”, vários prefeitos da Associação dos Municípios da Encosta Superior do Nordeste (Amesne) embarcam para Israel no último dia 06 de novembro. Até o próximo dia 14, os administradores municipais vão passar os dias visitando empresas e “conhecendo” tecnologias. Isso, é o que divulgou a associação, lembrando ainda que a última missão foi realizada em 2013 em viagem ao Chile.

     Por outro lado, a opinião pública e os vereadores de oposição nos municípios participantes questionam a viagem e dizem que os prefeitos estão fazendo turismo com dinheiro público, uma vez que a Amesne é mantida com dinheiro oriundo das prefeituras e os prefeitos também tiram diárias durante os dias da viagem, o que gera despesas aos cofres das cidades. Além disso, os prefeitos estão praticamente no último ano de mandato, sendo que as experiências vistas em outro país não poderão ser colocadas em práticas pelos que não irão se reeleger.

     Antes da viagem, o prefeito de Carlos Barbosa, Fernando Xavier da Silva, que também é presidente da Amesne, fez uma reunião e colocou em questão a missão. Na oportunidade, Xavier disse: “Temos vontade, mas o ambiente sociopolítico não é muito propício para isso”, mesmo assim, a maioria dos prefeitos votou a favor da “missão”.

     Pensando mais no município e menos em turismo, os prefeitos de Caxias do Sul, Alceu Barbosa Velho, Farroupilha, Claiton Gonçalves, e Bento Gonçalves, Guilherme Pasin, não embarcaram para esta viagem.

     A assessoria de imprensa do Prefeito Pasin disse que devido as obras que estão em andamento e a necessidade de acompanha-las fez  ele não querer deixar a cidade neste período.

     Já o prefeito de Farroupilha, Claiton Gonçalves, falou diretamente com a equipe do Portal Adesso e disse que a administração do seu município está em uma empreitada grande, realizando asfaltamento em diversos bairros,  e concluindo seis unidades básicas de saúde, sendo necessária a presença do prefeito na cidade para acompanhar de perto as questões locais. Por isso, o prefeito preferiu ficar na cidade. 

 

Prefeitos que estão participando da "missão" - Foto: Divulgação

 

MAIS NOTÍCIAS