Saúde


Farroupilha divulga Nota sobre o homem que se acorrentou em frente ao hospital

26/09/2017 Portal Adesso - Foto: Luiz Carlos Muller / Spaço FM

     Ele suplicava por atendimento ao filho que está a cerca de 10 dias esperando por atendimento.

     Devido a repercussão do caso que ocorreu nesta segunda-feira (25) em frente ao Hospital São Carlos em Farroupilha, onde um homem se acorrentou em um poste como forma de protesto e buscando atendimento por seu filho, a Prefeitura Municipal da cidade divulgou uma Nota de Esclarecimento. O homem passou mal e foi socorrido por populares. Leia a Nota do município:

 

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Perante o caso do cidadão que protestou acorrentado em frente ao hospital São Carlos, que gerou grande comoção popular e centenas de publicações nas redes sociais, cobrando esclarecimentos, a Prefeitura Municipal de Farroupilha, por meio de nota oficial, esclarece que:

Everton Daniel Zimmer, filho de Anério Zimmer, morador de Alto Feliz, está assistido e atendido pelo Hospital São Carlos desde sua entrada na casa de saúde, no dia 14 de Setembro, quando foi transferido do Hospital do Município de Feliz. No Hospital São Carlos os procedimentos foram realizados e Everton passou por exames ainda no dia 14. O mesmo tinha uma fratura no fêmur. Passou por cirurgia de Tração Esquelética na mesma data.

Com indícios de tumor e com necessidade de ser atendido por um hospital de referência para avaliação mais aprofundada, Everton precisa ser encaminha do para o Hospital das Clínicas, Hospital d PUC ou a Santa Casa, todos em Porto Alegre.

O mesmo aguarda a liberação de uma vaga pela Central de Leitos em Porto Alegre, que deve ser liberada pelo Estado do Rio Grande do Sul. O paciente já está cadastrado na Central de Leitos de Porto Alegre desde o dia 21 de setembro.

O Município lamenta o fato do paciente ter que esperar em uma fila de espera por uma vaga,  e faz tudo que está ao seu alcance para prestar atendimento a família, acompanhando de perto o caso e cobrando por rapidez para solucionar o problema. A responsabilidade pela internação nos Hospitais de Porto Alegre, que são os hospitais de referência que devem atender o caso, é de inteira responsabilidade do Estado. Farroupilha acompanha de perto.

 

Entenda o Caso  clicando AQUI

 

 

 

 

MAIS NOTÍCIAS