Geral


Garibaldi: Definições para renovação do contrato da Corsan

16/10/2013 Imprensa CIC Garibaldi

     O presidente da CIC participou na tarde de terça-feira, 15 de outubro, de uma nova rodada de discussão do projeto que trata da renovação do contrato de abastecimento de água entre a Companhia Rio Grandense de Saneamento e o Município. O novo acordo vai seguir as diretrizes estabelecidas pelo Plano Municipal de Saneamento Básico, aprovado em 2013. Os encontros realizados até agora discutiram a adequação do cronograma de ações e investimentos na área de tratamento de esgoto, serviço que será a grande novidade do novo contrato.

     O engenheiro da Corsan, André Finamor, projeta que a universalização do tratamento de esgoto aconteça em 15 anos após a assinatura do contrato. Já o superintendente regional da autarquia, Alexander Pacico, acredita que a substituição completa da rede de água aconteça em até dez anos. Segundo ele, Garibaldi tem cerca de 140 quilômetros de tubulação para abastecimento das 12 mil economias atendidas pela Companhia. "Após assinado o contrato, iniciaremos a elaboração do projeto executivo, que deve levar um ano para ficar pronto. A partir daí iniciaremos as obras", resumiu Pacico.

     Também foi discutido, durante a reunião, o uso da área próxima a barragem para fins turísticos e de lazer. Os representantes da Corsan confirmaram que será autorizada a ampliação do Passeio da Barragem, possibilitando uma volta completa no lago da represa. Já a possibilidade de implantação de outras atividades ou o uso da própria barragem para alguma atividade ainda deve passar por avaliação mais detalhada, pois encontra alguma resistência por parte da Companhia.

     Um novo encontro acontece no dia 29 de outubro. Os trabalhos para definir as bases do documento final, assim como a conclusão de análises técnicas das Estações de Tratamento de Efluentes do Município, devem ser acelerados para que os trâmites burocráticos sejam encerrados e possibilitem a assinatura ainda neste ano. 

MAIS NOTÍCIAS