Política


PDT decide abandonar Governo Tarso

08/12/2013 Correio do Povo

     Por 475 votos a 313, o Partido Democrático Trabalhista (PDT) gaúcho decidiu ter candidato próprio ao governo do Estado em 2014. O resultado da pré-convenção, que ocorre neste sábado (07), no Auditório Dante Barone da Assembleia Legislativa, foi anunciado às 14h37min.

     Os filiados decidiram entre a candidatura própria e a manutenção da aliança com o Partido dos Trabalhadores (PT) no Piratini. O deputado federal Vieira da Cunha, que concorria com Aldo Pinto, teve ampla vantagem na escolha para encabeçar a chapa da sigla.

     O secretário estadual da Saúde, Ciro Simoni, confirmou que na segunda-feira (09), apresentará seu pedido de exoneração e que retorna para a Assembleia Legislativa ainda este ano. Também devem deixar os cargos o secretário do Esporte, Kalil Sehbe, e o  do Gabinete de Prefeitos, Afonso Mota. Cerca de 200 cargos de confiança também terão de ser devolvidos pelo PDT gaúcho.

MAIS NOTÍCIAS