Política

Câmara de Vereadores de Bento Gonçalves é alvo de Operação do MP

04/06/2018 - Fonte: Portal Adesso - Foto: Difusora 890

Compartilhe:

     Uma operação do Ministério Público ocorre na manhã desta segunda-feira (4) na Câmara de Vereadores de Bento Gonçalves, com apoio do GAECO (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) Núcleo Serra, com apoio das Promotorias de Justiça de Bento Gonçalves e da Especializada Criminal da Capital. Estão acompanhando a operação os promotores Gilson Medeiros e Alécio Nogueira.

     A “Operação 165”, tem o objetivo de cumprir mandados de busca e apreensão e colher provas acerca de possíveis crimes cometidos na proposição, análise e futura votação do Plano Diretor do Município de Bento Gonçalves.

     Foram cumpridos oito mandados de busca e apreensão, sendo quatro em gabinetes da Câmara de Vereadores local e quatro nas casas de parlamentares.

     Segundo o Coordenador do Núcleo Serra do Gaeco, promotor de Justiça Reginaldo Freitas da Silva, as “apreensões foram autorizadas pela Justiça local e servirão para instrução e comprovação em procedimento investigatório criminal e inquérito civil que foram instaurados para investigar os fatos”.

     A denúncia foi levada ao Ministério Público por pessoas da comunidade e, em parte, confirmadas por parlamentares inquiridos pelos promotores de Justiça. Conforme o apurado, teria sido oferecida proposta financeira para que parlamentares propusessem e futuramente aprovassem emenda ao projeto que alteraria o índice de construção em área valorizada da cidade.

     Recentemente foi aberto um inquérito civil do Ministério Público para as supostas irregularidades na tramitação do Plano Diretor no Legislativo. O nome da operação (165) corresponde ao número de uma emenda parlamentar que teria sido proposta.

 

 

 

 

Compartilhe:

deixe seu comentário

Publicidade: