Polícia


Comandante do 3º Batalhão da BM em Bento Gonçalves desabafa sobre a falta de efetivo

27/01/2016 Portal Adesso / Rádio Guaíba / Rádio Difusora 890 - Fotos: Felipe Machado
Anterior Próximo

     O Major Álvaro Martinelli, comandante do 3° Bpat (3° Batalhão de Policiamento em Áreas Turísticas), em entrevista para a Rádio Guaíba de Porto Alegre, fez um desabafo ao comentar sobre os assaltos a banco que tem ocorrido na região da Serra.

     Martinelli comentou sobre o ataque a agência do Banco do Brasil em Monte Belo do Sul efetuado na tarde deste terça-feira (26),onde quatro criminosos invadiram o banco roubaram e levaram a gerente, liberada em seguida. Após o episódio, o comandante admitiu não ter como evitar esse tipo de crime. A cidade dispõe de só um policial militar, que está de folga porque perdeu o pai. “Nosso policial do cotidiano, do atendimento de ocorrências de menor potencial ofensivo não tem condição de fazer frente a uma quadrilha dessas”, lamentou  Martinelli.

   O policial destacou ainda que a BM trabalha fazendo um “consórcio entre municípios” com poucos policias, para poder atender à necessidade de policiamento na região. Na Serra, por exemplo, o brigadiano de Santa Tereza também atende em Monte Belo do Sul. Os municípios estão distantes um do outro em quase 15km.

 

O ASSALTO

A agência do Banco do Brasil foi assaltada no centro de Monte Belo do Sul, na tarde desta segunda-feira(26). O fato ocorreu por volta das 14h30min, quando três homens invadiram o estabelecimento e com um machado, quebraram um vidro interno. Estilhaços ficaram pelo chão. Foi levada uma quantia em dinheiro do cofre e de dois terminais eletrônicos e para fuga, um comparsa aguardava em um veículo C3, de Caxias do Sul, cor preta.

   Funcionários foram utilizados de cordão humano para fuga e uma mulher foi levada de refém, sendo libertada próximo do local. Os bandidos ainda abandonaram uma sacola com miguelitos, encontrada por um morador e entregue para Polícia. Os assaltantes estavam fortemente armados.

     A fuga aconteceu pelo interior, através de estradas vicinais. Foram mobilizadas Brigada Militar, Polícia Civil e Polícia Rodoviária Estadual para a realização de buscas.

     Foi a segunda vez que o Banco foi assaltado. 

 

MAIS NOTÍCIAS