Política


Juventude e mudança de costumes na Câmara de Carlos Barbosa

Nova mesa diretora faz história sendo formada exclusivamente por vereadores jovens
28/01/2020 Portal Adesso - Foto: Arquivo

     No último ano de legislatura, o Poder Legislativo de Carlos Barbosa inicia mais conectado com os anseios de mudanças e renovação, fatores que a comunidade e os eleitores tanto desejam. No fim do ano passado, foi eleita a nova mesa diretora, composta por vereadores jovens, onde a média de idade é de 33 anos e a maioria deles em seu primeiro mandato eletivo. 

     Para o comando da Casa, foi eleita a vereadora Lucilene Marchi (PDT), e como vice-presidente o mais novo da turma, o vereador Alef Assolini (MDB) com 25 anos. Os vereadores, Fábio Dolzan e Mateus Chies Guerra, ambos do PP, 1º e 2º secretários, completam a mesa que em dezembro finaliza a legislatura atual.

     Desde que os novos membros iniciaram os trabalhos no início do mês, a mudança já pode ser percebida. Os jovens vereadores conversaram com diversas lideranças e presidentes de entidades barbosenses para saber como a câmara poderia estar mais próxima da comunidade. 

     No caso da imprensa, que por alguns presidentes era tratada como vilã, a nova mesa diretora afirma que vai ouvir seus representantes e sabe que todos os veículos são importantes para realizar esta aproximação com a comunidade, sem privilégios para alguns. “Queremos nos comunicar com nossa comunidade de todas as formas. Desde a maneira tradicional, quanto da inovação que é a comunicação digital”, disse um vereador membro da mesa que não quis ser citado.

     Ainda não foi definido um programa de trabalho. Os vereadores se reuniram no último dia 20 durante o recesso e voltam a atuar na próxima segunda-feira (03) quando iniciam as atividades. 

     Em ano eleitoral, esta mudança é vista com bons olhos. Quebras de paradigmas e uma nova forma de fazer política sempre recebe o apoio da comunidade. 

MAIS NOTÍCIAS