Geral


Tiradentes: saiba a história por trás do feriado

Joaquim da Silva Xavier é reconhecido Patrono Cívico da Nação Brasileira por seus atos de bravura em honra a nação
20/04/2021 Portal Adesso - Foto: Wikimedia Commons

     O dia 21 de abril é conhecido por ser a data em que é comemorado o feriado de Tiradentes. Mas a dúvida que muitas pessoas tem é do por que “Feriado de Tiradentes”? O nome, sem dúvidas, é em homenagem a Joaquim José da Silva Xavier, que foi um mártir do movimento conhecido como Inconfidência Mineira. Mas a história por trás do feriado é bem mais ampla.

     Joaquim (Tiradentes) nasceu em 12 de novembro de 1746, no Estado de Minas Gerais. Trabalhou como dentista, por isso a denominação, tropeiro, minerador, comerciante, militar, e também ativista político, atuando nas capitanias de Minas Gerais e Rio de Janeiro, na época do Brasil Colônia. Ele não se conformava com a exploração vivida pelo Brasil e queria que a nossa pátria fosse livre. Então, decidiu se unir a outras pessoas que tinham os mesmos objetivos, entre eles, advogados, poetas e padres, para tentar libertar o Brasil dessa situação. Devido a sua boa oratória e espírito de liderança, foi o escolhido para comandar o movimento conhecido como Inconfidência Mineira, ocorrido em 1789.

     O objetivo era fazer, no chamado dia da “derrama” (em que eram cobrados da população os impostos atrasados), um protesto, alertando as pessoas sobre o plano de libertação e em seguida prendessem o governador Visconde de Barbacena. Mas o plano não deu certo e Tiradentes foi traído por seu companheiro de luta Joaquim Silvério. Joaquim entregou o grupo de Tiradentes à Coroa Portuguesa, que foram acusados de traição e condenados à morte. Após vários julgamentos, muitos deles tiveram suas penas amenizadas, menos Tiradentes.

     Na manhã de 21 de abril de 1792, Tiradentes foi enforcado em praça pública, no Rio de Janeiro.  Seu corpo foi esquartejado e pregado em postes pelas ruas de Minas Gerais. Estudiosos defendem que essa foi uma manobra de Portugal para desmerecer o movimento da Inconfidência Mineira e dar a entender que tudo não passou de uma aventura de um “dentista desequilibrado”. 

     O dia 21 de abril se tornou feriado nacional em 1890, logo após a Proclamação da República. Tiradentes foi proclamado Patrono Cívico da Nação Brasileira, título que homenageia pessoas que se destacaram fazendo algo de extrema valia para o país.

     Considerado patrono dos Policiais Militares e herói nacional, Tiradentes é considerado um dos bravos brasileiros que lutou pelo desejo de independência do Brasil das explorações e domínio dos portugueses.


MAIS NOTÍCIAS