Política

Presidente da Câmara fala sobre polêmica com morador de rua

11/07/2018 - Fonte: Portal Adesso - Foto: Arquivo

Compartilhe:

     Presidente da Câmara de Vereadores de Garibaldi, Moisés Nekel, conversou com a equipe do PORTAL ADESSO sobre polêmica envolvendo morador de rua. Para o parlamentar, as acusações que vem sofrendo não passam de perseguição política e falta de informação.

     Após ser acusado de prejudicar um morador de rua, ordenando a retirada de seus pertences e o deixando sem proteção durante a noite, o Presidente da Câmara de Vereadores de Garibaldi, Moisés Nekel falou sobre o ocorrido ao PORTAL ADESSO nesta quarta-feira (11).

     Segundo Moisés as informações que circulam pelas redes sociais são levianas. O morador de rua, identificado como Robson Flores, é conhecido na cidade há anos e desde 2005, optou por vagar pela cidade e dormir em espaços públicos.

     “Faz anos que a Secretaria de Assistência Social tenta encontrar uma solução para a situação dele. Sabemos que ele sofre de alcoolismo mas, infelizmente em todas as abordagens, ele se mostrou resistente”, explicou Neckel. Desde março, Robson estaria utilizando a marquise em frente à Câmara, como dormitório e depósito de objetos. Entretanto os itens acumulados teriam causado no final de semana, um alagamento no Hospital São Pedro.

     Com isso, os pertences foram recolhidos na segunda-feira (9) e, ao contrário dos boatos não foram doados, mas seguem guardados no Parque de Máquinas da Prefeitura. Na tarde da terça-feira (10), Robson foi encontrado na Praça Loureiro da Silva por uma voluntária, que teria ido à Câmara solicitar ajuda para interná-lo por conta de problemas de saúde.

     “Eu mesmo assinei a documentação de internação dele. Se fosse uma pessoa tão má como estão me descrevendo, não teria feito isso. Agora sigo acompanhando seu estado de saúde e, quando o Robson receber alta, vamos encaminhá-lo para uma clínica de reabilitação, visto que ele informou o desejo de receber ajuda”, conta.

 

 

 

 

Compartilhe:

deixe seu comentário

Publicidade: