Trânsito


Empresário de Garibaldi é preso após se envolver em acidente com morte no MT

30/07/2018 Portal Adesso - Com informações do Site Só Notícias - Foto: Só Notícias/Jose Carlos Araujo
Anterior Próximo

     A colisão resultou na morte de uma mulher grávida. Ele foi preso acusado de dirigir embriagado. O empresário do ramo dos transportes V.S., de 57 anos, foi preso na noite do último sábado (28), após acidente com sua camionete Mitsubishi L200 e uma motocicleta pilotada por Adriana Martins da Silva, de 44 anos. A colisão ocorreu próximo a BR -163, em Sinop, a 503 km da cidade da capital Cuiabá.

 

     De acordo com o site Só Notícias, a mulher estava em uma gestação de 4 meses e conforme o Boletim de Ocorrência, o motorista da camionete apresentava estado de embriaguez e tentou fugir do local do acidente. Quando os policiais chegaram, ele não teria obedecido a ordem de parada e teve que ser contido e algemado à força. Na delegacia, o empresário teria se recusado a passar pelo teste do bafômetro.

     Ele estava acompanhado de dois advogados que permaneceram até o final do registro da ocorrência. Uma fonte policial informou que não foi arbitrada fiança, e que a população tentou linchá-lo. Porém, ele só está sendo acusado, até agora, nada foi provado sobre a embriagues.

     Com o impacto da caminhonete na moto, Adriana foi arremessada e caiu dentro de uma vala de escoamento de água (entre a rua João Pedro e a BR-163). Uma equipe do Corpo de Bombeiros e outra da concessionária que administra a rodovia realizaram massagem cardíaca na vítima por mais de 40 minutos e a encaminharam ao hospital, mas ela não resistiu.

     Ainda de acordo com o documento policial, o motorista atingiu a traseira da motocicleta de Adriana e, posteriormente, bateu uma Honda Titan, ocupada por duas pessoas e parou quando bateu em um poste de energia. O piloto da moto, de 53 anos, disse que a caminhonete estava em alta velocidade.

     Adriana foi socorrida, atendida no hospital regional mas não resistiu. Ela será sepultada nesta segunda-feira (30) em Sinop.

     O empresário do ramo do transporte V.S., é conhecido em Garibaldi e na comunidade não tem nenhuma conduta que o desabone.

     O PORTAL ADESSO, não divulgará o nome do mesmo, pois não conseguiu contato com ele, nem com os advogados para que falassem sobre o acidente. Vale ressaltar que já divulgamos casos semelhantes, mas só publicamos o nome do acusado quando o mesmo confirma ou assume culpa perante autoridades policiais.

 

 

 

 

 

A colisão resultou na morte de uma mulher grávida. Ele foi preso acusado de dirigir embriagado.

 

O empresário do ramo dos transportes V.S., de 57 anos, foi preso na noite do último sábado (28), após acidente com sua camionete Mitsubishi L200 e uma motocicleta pilotada por Adriana Martins da Silva, de 44 anos. A colisão ocorreu próximo a BR -163, em Sinop, a 503 km da cidade da capital Cuiabá.

De acordo com o site Só Notícias, a mulher estava em uma gestação de 4 meses e conforme o Boletim de Ocorrência, o motorista da camionete apresentava estado de embriaguez e tentou fugir do local do acidente. Quando os policiais chegaram, ele não teria obedecido a ordem de parada e teve que ser contido e algemado à força. Na delegacia, o empresário teria se recusado a passar pelo teste do bafômetro.

Ele estava acompanhado de dois advogados que permaneceram até o final do registro da ocorrência. Uma fonte policial informou que não foi arbitrada fiança, e que a população tentou linchá-lo. Porém, ele só está sendo acusado, até agora, nada foi provado sobre a embriagues.

Com o impacto da caminhonete na moto, Adriana foi arremessada e caiu dentro de uma vala de escoamento de água (entre a rua João Pedro e a BR-163). Uma equipe do Corpo de Bombeiros e outra da concessionária que administra a rodovia realizaram massagem cardíaca na vítima por mais de 40 minutos e a encaminharam ao hospital, mas ela não resistiu.

Ainda de acordo com o documento policial, o motorista atingiu a traseira da motocicleta de Adriana e, posteriormente, bateu uma Honda Titan, ocupada por duas pessoas e parou quando bateu em um poste de energia. O piloto da moto, de 53 anos, disse que a caminhonete estava em alta velocidade.

Adriana foi socorrida, atendida no hospital regional mas não resistiu. Ela será sepultada nesta segunda-feira em Sinop.

 

Só Notícias/ David Murba (foto: Só Notícias/Jose Carlos Araujo)

 

MAIS NOTÍCIAS