Economia


Pesquisa começa a definir estratégias para fortalecer comércio de Garibaldi

28/09/2018 Portal Adesso - Foto: Cassius Fanti

     A união de esforços entre as três entidades empresariais que representam o varejo em Garibaldi e a Prefeitura vai possibilitar a realização de ações que promovam o setor no município e ofereçam condições para que os empreendedores, colaboradores e a comunidade possam usufruir de um comércio fortalecido e com serviços qualificados, além de produtos, preços e condições de pagamento que proporcionem bons negócios para consumidores e lojistas.

     Este é o objetivo da pesquisa realizada entre maio e julho, a partir da observação da movimentação do varejo e de entrevistas com proprietários de estabelecimentos comerciais e clientes.

     A apresentação dos resultados do trabalho, inédito no interior do Rio Grande do Sul, foi realizado na noite de quinta-feira (27). Profissionais do varejo de Garibaldi conheceram o estudo que foi realizado sobre o comércio, perfil e estilo de vida do consumidor, além das possibilidades de melhoria e crescimento para os empreendimentos locais. Desenvolvido a partir da integração entre a Apeme, CIC e CDL, com o patrocínio da Prefeitura, o projeto foi executado pela Somos Romagna Mkt + Pesquisa.

     A responsável pela pesquisa, Cristiane Romagna, destaca que o varejo vive um momento de muitos desafios, seja pela concorrência com a internet ou com a informalidade, seja pela instabilidade e incertezas da economia brasileira, ou, ainda, pela rápida mudança de hábitos dos consumidores. Porém, ela salienta que é preciso ficar atento às chances de inovação que surgem, diferenciar-se dos concorrentes e investir em ações para atrair e, principalmente, fidelizar o cliente.

     Durante a apresentação também houve o debate sobre as oportunidades que podem ser melhores aproveitadas, assim como melhorias de processos e diretrizes para desdobramentos de ações conjuntas para o fortalecimento setorial. Conforme a pesquisadora, com o resultado do estudo, as três entidades e a municipalidade terão subsídios para planejar iniciativas de curto, médio e longo prazo.

 

 

MAIS NOTÍCIAS