Política


MDB com dificuldades de achar um vice para Fachinelli

Cotada para concorrer, ex-secretária da saúde Simone Agostini diz não a candidatura e partido corre atrás de outro nome
24/08/2020 Portal Adesso - Foto: Arquivo/Portal Adesso

     Embora o coronavírus tenha ofuscado a campanha eleitoral de 2020, no meio político ela está “fervilhando” e partidos seguem buscando nomes para disputar as eleições majoritárias (prefeito e vice-prefeito) e proporcionais (vereador).

     Durante o final de semana, o atual vice-prefeito e pré-candidato a prefeito Antônio Fachinelli (MDB), peregrinou na busca de um candidato a vice para compor sua chapa. Preterido pela coligação que governa o município no ano passado, o ex-vereador Carlos Mânica (PTB) deixou de ser a “noiva da vez", após aparecer com alta rejeição em pesquisas feitas pela sigla. Pesquisas estas que não foram divulgadas nem registradas no TRE, mas apresentadas internamente no partido.

     O segundo nome apresentado e procurado para compor com Fachinelli foi o do vereador Eldo Milani (MDB). Uma caravana lotou a residência do político que em alto e bom som disse que não disputaria eleição em 2020. A única forma de Milani disputar é se fosse na cabeça de chapa. Como candidato a vice, Milani não participa, inclusive tem dito que também não concorre a vereador. 

     A terceira opção e que até semana passada circulava ao lado de Fachinelli e Cettolin pelas ruas da cidade, era a ex-secretária municipal de saúde Simone Agostini de Morais. Procurada pelo PORTAL ADESSO, Simone disse que por questões pessoais não será candidata, mas que vai auxiliar o grupo na campanha. Simone se exonerou da secretaria no último dia 14 de julho, ou seja, quatro meses antes do pleito. Pela nova legislação, no prazo para disputar a eleição, porém, alguns advogados questionam o período, já que a nova regra foi aprovada enquanto ela ainda era secretária, sendo assim, deveria ter saído antes do cargo. De qualquer forma, ela confirmou que não disputará. 

     Com muita dificuldade e sem nenhum nome de expressão para concorrer com Fachinelli, o MDB busca várias alternativas. Prefeito Cettolin, Deputados Estaduais e Federais do partido estão ligando para correligionários e convidando possíveis pré candidatos. 

     Neste final de semana, o MDB foi em busca do ex-vereador Giovani Mattiello, que está filiado ao DEM. Mattiello, que é músico e palestrante, confirmou ao PORTAL ADESSO que recebeu a visita, mas também recusou o convite. O ex-politico que se tornou pai a poucos meses, disse estar focado na vida pessoal e que está fora do mundo e ambiente político. 

     Fontes internas da sigla afirmam que nem tudo está perdido e que ainda possuem uma carta na manga. “Se não deu em quatro, vamos para o quinto”, disse um integrante da executiva municipal. 

    Do outro lado, o PP do pré-candidato Alex Carniel, segue o planejamento de campanha. Lá já foi definido que o empresário Sérgio Chesini formará a chapa majoritária com Alex. Chesini tem sido visto circulando em comércio e restaurantes da cidade e já se diz pré-candidato. 

MAIS NOTÍCIAS